A rádio Notícias Gerais Esportes Segurança Promoção OUÇA A RÁDIO
AO VIVO
OUÇA A RÁDIO
AO VIVO
Mande seu recado
telefone 54 3461.9700 whatsapp Whatsapp
54 9917.39090

Câmara aprova Moção que será enviada ao Senado Federal

Editado em 19 de novembro de 2019


Câmara aprova Moção que será enviada ao Senado Federal

Créditos: Flávio Antônio Ballejo

Foram duas Moções aprovadas pelo Parlamento 


Carlos Barbosa- A Moção nº 09/2019, do vereador Alef Assolini, que será encaminhada ao Senado Federal e a Câmara dos Deputados, é de apoio à Proposta de Emenda Constitucional n° 05/2019, que propõe alteração constitucional para que a decisão condenatória proferida por órgão colegiado seja passível de execução imediata, sendo desnecessário o trânsito em julgado da sentença penal condenatória.

A proposta se posiciona contra recente decisão do STF que resultou na soltura de diversos condenados em 2ª instância. A decisão do órgão foi considerada pelo proponente como uma forma de postergar o cumprimento da pena. Para o vereador a impunidade não pode prevalecer.

Outra Moção de nº 08/2019, que também passou por aprovação em plenário, é de protesto aos projetos de alteração no Plano de Carreira do Magistério Público Estadual, no Estatuto do Servidor Público do Rio Grande do Sul e na Previdência Estadual. Os autores dessa proposição foram os vereadores Alef Assolini, Fabio Dolzan, Lucilene Marchi, Maria Rosalia Freitag Cousseau, Miguel Alberto Stanislososki e Valmor da Rocha. A moção será encaminhada ao Governador e à Assembleia Legislativa, pedindo a rejeição do projeto em prol de alternativas reais de valorização e qualificação dos trabalhadores em educação.

Os vereadores aprovaram ainda, o Projeto de Lei nº 121/2019, que foi incluído na ordem do dia por requerimento da Líder de Governo, Maria Rosalia F. Cousseau e do vereador Miguel A. Stanislososki. O projeto autoriza a prorrogar a contratação de professor de matemática com carga horária de 20 horas semanais, pois servidora anteriormente em licença maternidade deverá permanecer afastada.

O Requerimento do vereador Valmor da Rocha, solicitando licença particular do cargo de Vereador, do dia 1º a 15 de dezembro, também recebeu aprovação do Parlamento barbosense.


Compartilhe:
Facebook | Twitter | Google+

OUTRAS NOTÍCIAS